Perspectivas suíças em 10 idiomas

Crédit Suisse retira apoio ao ciclismo

Keystone

Argumentando que o ciclismo está desacreditado pelo "doping", o Crédit Suisse suspendeu patrocínio ao "Tour de Suisse" e o "Tour de Romandie", as duas principais competições suíças de ciclismo. A decisão pode ser imitada em outros países.

Crédit Suisse (CS), o segundo maior banco da Suíça, retira seu apoio financeiro ao ciclismo suíço, por considerar demasiado degastada a imagem desse esporte. O CS baseia a decisão em sondagem própria segundo a qual 85 por cento dos entrevistados suspeitam que os ciclistas consumam drogas proibidas para melhorar o desempenho.
A título de comparação, segundo a mesma sondagem, apenas 15 por cento dos tenistas e 18 por cento dos jogadores de futebol estão implicados em “doping”.

O ciclismo internacional foi afetado por incidentes envolvendo o Giro da França do ano passado, quando se revelou que os profissionais do ciclismo recorrem quase sistematicamente a substâncias proibidas. Incidentes que levaram patrocinadores a ameaçarem retirar patrocínio a provas ciclísticas. Observadores estimam que a decisão do Crédit Suisse – que há 22 anos patrocinava as duas principais provas de ciclismo na Suíça – possa ser imitada em outros países.
Para os esportistas patrocinados fica essa advertência do jornal Le Temps, publicado em Genebra: “agora não se brinca impunemente com a imagem e o dinheiro dos patrocinadores”.

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR