Navigation

Equador registra o maior aumento diário de casos de covid-19 desde o início da pandemia

Caixão com o corpo de uma vítima do novo coronavírus é levado ao cemitério Jardines de La Esperanza, em Guayaquil, norte do Equador, 9 de abril de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 16. janeiro 2021 - 21:18
(AFP)

O Equador, um dos primeiros focos da pandemia na América Latina, registrou quase 4.000 novos casos nas últimas 24 horas, o maior aumento diário nos onze meses da crise de saúde, de acordo com balanços oficiais divulgados neste sábado (16).

O relatório, que também anunciou 14.316 mortes entre confirmadas e prováveis, indica que o país atingiu 230.808 casos, ou seja, 3.942 a mais do que os notificados na sexta-feira.

As últimas altas mensais foram de 2.249 em 23 de setembro; 2.021 em 25 de outubro; 1.396 em 27 de novembro e 1.186 em 30 de dezembro, sem ultrapassar os 3.000 por dia.

O Comitê de Operações de Emergência (COE), encarregado de gerenciar a pandemia neste país de 17,4 milhões de habitantes, determinou na quinta-feira que as entidades governamentais devem retomar o trabalho remoto.

O Equador, que está em meio à campanha eleitoral para as eleições presidenciais e legislativas de 7 de fevereiro, se prepara para receber na próxima semana a primeira entrega da vacina contra a covid-19.

Haverá 86.000 doses do imunizante desenvolvido pela aliança Pfizer/BioNTech para serem administradas inicialmente a profissionais de saúde e pessoas em lares de idosos.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?