Navigation

Terceiro dia consecutivo com recorde de contágios na Argentina

Argentina sofre com o aumento de casos de coronavírus afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 07. agosto 2020 - 01:24
(AFP)

A Argentina registrou 7.513 contágios de COVID-19 nesta quinta-feira (6), o terceiro dia consecutivo com recorde de casos em 24 horas, enquanto 145 pessoas faleceram devido ao vírus, informou o Ministério da Saúde.

Desde segunda-feira, são 26.276 contágios, aumentando o total para 228.182 na Argentina, onde 4.251 óbitos ocorreram e 99.852 pessoas se recuperaram da doença.

O principal foco do COVID-19 está na região metropolitana de Buenos Aires e os 40 distritos ao redor, conhecidos como AMBA. A área acumula mais de 90% dos casos de toda a Argentina, que havia ultrapassado 200 mil infecções no domingo, em clara ascensão.

O confinamento na AMBA chegou a seu 140º dia nesta quinta-feira, com um relativo relaxamento na permissão para novas empresas abrirem suas portas e para passeios recreativos com crianças, entre outras medidas de alívio.

A ocupação de leitos de terapia intensiva na região de Buenos Aires subiu ligeiramente e atingiu 66,5% do total disponível, mas a Sociedade Argentina de Terapia Intensiva vem alertando que o sistema de saúde está perto de sua saturação, principalmente devido à falta de profissionais, muito deles contaminados pelo coronavírus.

Na maioria das 23 províncias, são aplicadas regras mais flexíveis, já que poucos casos são registrados, embora tenha havido um forte crescimento em Jujuy (norte) e Córdoba (centro).

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.