Navigation

Maioria dos suíços não quer pagar mais para limitar a mudança climática

Três quartos dos jovens de 18 a 34 anos não estão prontos para pagar mais pela gasolina - nem que seja só um pouco. © Keystone / Christian Beutler

Uma pesquisa com mais de 23.000 pessoas na Suíça revelou que a maioria prefere pagar pouco ou nada mais por combustível, aquecimento e voos, com o objetivo de reduzir as emissões de carbono.

Este conteúdo foi publicado em 01. novembro 2021 minutos
swissinfo.ch/fh

A pesquisa climática publicada no domingo em jornais suíços revelou a lacuna entre a ambição do governo de tornar o país neutro em carbono até 2050 e a disposição da população a pagar por isso. Um total de 23.017 pessoas de toda a Suíça participou da pesquisa no início de outubro que foi encomendada pelos grupos de mídia Tamedia e 20 Minuten. 

Dos entrevistados, 67% não querem pagar nada ou um máximo de 10% a mais por um tanque de gasolina. Em certos setores da população, a resistência é ainda maior: 80% dos rapazes eram contra pagar mais. Mesmo entre as mulheres, que têm uma disposição maior para pagar do que os homens, 61% não estavam interessadas em desembolsar mais dinheiro na bomba. Ao contrário dos carros, a propensão a pagar é um pouco maior quando se trata de voar. Entretanto, a maioria ainda está relutante em desembolsar mais: 57% de todos os entrevistados não estão dispostos a pagar nada - ou se o fizerem, pagariam no máximo CHF40 adicionais. 

Quando se trata de aquecer a casa, 60% querem pagar pouco ou nada mais pela proteção do clima. A rejeição é alta em quase todos os setores da sociedade, exceto nos partidários do Partido Verde. A predisposição a pagar é maior quando se trata de roupas. 47% expressaram uma disposição de gastar significativamente mais. 

O custo para as famílias e o aumento dos impostos estavam entre as razões pelas quais os eleitores rejeitaram por pouco uma lei do CO2 em um referendo realizado em junho.

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?