Navigation

A Suíça compra acesso ao potencial medicamento de tratamento para o Covid-19

O medicamento também poderia ser administrado a grupos de risco e pessoas que trabalham no setor de saúde, afirmam as autoridades. Keystone / Alessandro Crinari

O governo suíço assinou um acordo com uma empresa de Zurique para ter acesso prioritário ao medicamento atualmente desenvolvido para tratar casos graves de Covid-19.

Este conteúdo foi publicado em 11. agosto 2020 - 09:42
Keystone-SDA/dos

O acordo firmado com a empresa Molecular Partners dá à Suíça acesso às primeiras 200 mil doses do medicamento, bem como até três milhões de doses adicionais quando solicitadas, anunciouLink externo na terça-feira o Departamento Federal de Saúde Pública (FOPH). O valor foi de alguns milhões de francos, informou a agência de notícias Keystone-SDA.

O agente imunoterápico, atualmente em desenvolvimento, é "comparável a misturas de terapias com anticorpos usadas para neutralizar o vírus", escreveu a FOPH. Se aprovado, seria usado principalmente para tratar pessoas já infectadas com Covid-19, embora também pudesse ser administrado a grupos de risco como profilático.

Os testes clínicos do medicamento estão planejados para ocorrer a partir de outono de 2020.

O acordo é outra parte da estratégia anti-coronavírus do governo, que também destinou 300 milhões de francos (329 milhões de dólares) para a aquisição de uma vacina. Na semana passada também anunciou a pré-compra de até 4,5 milhões de doses de um medicamento que está sendo atualmente desenvolvido pela farmacêutica americana Moderna.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.