Navigation

Romanche tenta sair de suas fronteiras

O romanche é uma língua reto-românica derivada do latim. © Keystone / Gaetan Bally

As representações suíças no exterior participarão da primeira semana romanche como parte de uma iniciativa para dar destaque ao plurilinguismo do país. 

Este conteúdo foi publicado em 19. fevereiro 2021 - 06:45
swissinfo.ch/fh

A chamada "semana romanche" começa na sexta-feira e é organizada pelo Ministério das Relações Exteriores juntamente com o cantão dos Grisões, onde o romanche é falado. Menos de 1% da população da Suíça é de língua romanche. 

"Nosso país é composto por uma multidão de identidades e culturas que convivem em harmonia", disse o Ministro das Relações Exteriores, Ignazio Cassis, na quinta-feira. "E o romanche é um ingrediente fundamental desse caldeirão". 

"O plurilinguismo e a diversidade são tanto um desafio quanto uma vantagem: eles nos ensinam a resolver conflitos através do diálogo, uma qualidade suíça que é muito requisitada em todo o mundo", acrescentou o ministro. 

Os participantes compartilharão e discutirão porque o romanche é uma parte essencial da Suíça (Rumantsch: in ferm toc Svizra). As representações suíças no exterior promoverão a língua pouco conhecida através de histórias, entrevistas, cursos de idiomas, leituras, vídeos e reuniões virtuais, dependendo do que for possível em meio às restrições relacionadas à Covid-19. Os Embaixadores Chasper Sarott e Aita Pult também contribuirão com mensagens em vídeo de Madagascar e de Nova York, respectivamente, durante o evento de lançamento na sexta-feira (que acontece das 11h45 às 13h CET  pelo site www.rtr.chLink externo). 

"Nós nos destacamos na diplomacia precisamente por causa de nossa experiência de séculos de união de diferentes identidades e culturas em harmonia. Queremos transmitir esta experiência a nível internacional, através de nossos bons ofícios e serviços de mediação", disse Cassis. 

A Suíça tem quatro idiomas oficiais: O alemão é a língua principal para cerca de 62% dos residentes, enquanto o francês representa cerca de 23%; o italiano é a língua materna de cerca de 8% da população, enquanto menos de 0,5% são principalmente de língua romanche. 

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.