Perspectivas suíças em 10 idiomas

Dados de 2019 mostram aumento do racismo na Suíça

Turista muçulmana em Genebra
Atos de discriminação em público estão virando rotina, segundo especialistas. Keystone

A Suíça registrou um recorde de 352 casos de discriminação em 2019, refletindo um aumento de atos racistas em locais públicos e ataques estimulados por ideologias de extrema-direita.

A xenofobia foi a principal causa do comportamento racista. Negros e muçulmanos são os mais afetados, com 132 e 55 casos, respectivamente, registrados por centros de aconselhamento Link externoem 2019.

Conteúdo externo

O número de casos com conotação de extrema-direita também aumentou em 2019. Cada décimo ataque se enquadra nesta categoria, observa o jornal Blick em sua edição de domingo passado.

“O cenário da extrema-direita está em movimento”, diz a presidente da Comissão Federal contra o RacismoLink externo (EKR) Martine Brunschwig Graf, em comentários citados pelo BlickLink externo. “Isto deve ser levado a sério; não devemos subestimar”.

Apenas um pequeno número de vítimas de racismo, observa ela, procura ajuda de um centro de aconselhamento. Acredita-se que o número de casos não relatados seja bem maior do que o número de casos relatados.

Atos racistas notáveis em 2019 incluíram grafitis de símbolos nazistas, pessoas fazendo a saudação à Hitler e ataques contra jovens negros.

 + Os adolescentes suíços enfrentam mais racismo

O “profiling” racial –  a suspeita de autoridades sobre pessoas somente baseada em sua etnia ou religião – é outra questão destacada pelo governo, com 23 casos relatados no ano passado.

Os 352 casos representam um aumento de 27% em relação a 2018. O governo já publicou algumas de suas principais constataçõesLink externo para 2019, mas espera-se que divulgue um relatório completo sobre o assunto na segunda-feira.

Em seu relatório de 2020, a Comissão contra o Racismo e a Intolerância (ECRI) do Conselho da Europa exortou a Suíça a aumentar a capacidade dos centros de aconselhamento para vítimas de racismo.

swissinfo.ch/ets

Preferidos do leitor

Os mais discutidos

Notícias

imagem

Mostrar mais

Suíços italianos aceitam melhor a idade

Este conteúdo foi publicado em Envelhecer parece ser muito mais importante para os residentes da Suíça de língua italiana do que no resto do país, revela uma pesquisa.

ler mais Suíços italianos aceitam melhor a idade
imagem

Mostrar mais

Economia suíça recebe impulso da Europa

Este conteúdo foi publicado em De acordo com o Instituto Econômico Suíço KOF, a esperada recuperação da economia suíça logo se tornará realidade.

ler mais Economia suíça recebe impulso da Europa
imagem

Mostrar mais

Explosão em estacionamento causa dois mortos na Suíça

Este conteúdo foi publicado em As explosões, que começaram em um estacionamento subterrâneo, levaram a um grande incêndio e à necessidade de evacuar os residentes de um edifício.

ler mais Explosão em estacionamento causa dois mortos na Suíça
imagem

Mostrar mais

Suíças têm maior probabilidade de ter nível superior

Este conteúdo foi publicado em As mulheres jovens na Suíça têm agora mais probabilidade do que seus colegas homens de ter um diploma de nível superior, de acordo com o Departamento Federal de Estatística.

ler mais Suíças têm maior probabilidade de ter nível superior

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR