Navigation

Skiplink navigation

Explosão de boneco prevê verão ruim na Suíça

O tradicional meteorologista de Zurique, um boneco de neve recheado de explosivos, não conseguiu inflamar o público reunido na segunda-feira de feriado da cidade.

Este conteúdo foi publicado em 17. abril 2018 - 08:30

O Böögg, como é chamado o enorme boneco, levou 20 minutos e 31 segundos para explodir a cabeça - anunciando assim um verão cinzento para os suíços.

O desfile de primavera da Sechseläuten (ou "Seis Badaladas") termina a cada ano com a queima do Böögg - uma representação dos longos meses de inverno sofridos. Diz a lenda que quanto mais rápido a cabeça do Böögg explode, mais quente e ensolarado será o verão.

Sob uma chuva cinzenta na segunda-feira, o processo demorou um tempo tediosamente longo. De fato, em apenas quatro ocasiões na última década, o Böögg levou mais tempo para perder a cabeça.

O resultado do ano passado foi totalmente mais satisfatório, tanto em termos da velocidade com que o boneco de neve explodiu quanto da precisão de sua previsão. No verão passado, houve muito sol e temperaturas quentes, assim como o Böögg havia previsto, quando detonou em menos de dez minutos.

Este ano, as guildas de comércio da cidade de Zurique, resplandecentes como sempre em trajes tradicionais e montando cavalos, foram acompanhadas por convidados da Basileia e dos ministros de Estado Guy Parmelin e Ignazio Cassis.

O Böögg tem estado no coração dos festejos da Sechseläuten desde o início do século XX. Um destaque anual para a cidade de Zurique, as comemorações geralmente começam no segundo ou terceiro domingo de abril com uma procissão infantil colorida.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo