Perspectivas suíças em 10 idiomas

Long Covid: nove meses de sintomas entre 40% dos infectados

Un médico ausculta a un paciente
Em geral, os sintomas persistentes da COVID-19 variam de leves a moderados. Keystone / Alessandro Crinari

Quatro em cada 10 pessoas sofrem dos sintomas do Covid-19 por mais de sete meses após terem contraído a infecção. É o que revela um estudo dos Hospital Universitário de Genebra (HUG) e Universidade de Genebra (UNIGE).

A pesquisa, cujos resultados foram publicados na terça-feira (06.07), foi realizada entre 410 pessoas que deram positivo no teste Covid-19, mas que não precisaram ser hospitalizadas. Entre elas, 39% relataram que os sintomas persistiram por sete a nove meses após a infecção.

O sentimento de cansaço foi o efeito mais comum e duradouro (20,7%), seguido pela perda dos sentimentos de odor e paladar (16,8%), dificuldade de respiração (11,7%) e dor de cabeça (10%). Os resultados são comparáveis a estudos internacionais do mesmo tipo, mas com um número menor de participantes.

Os efeitos do covid duradouro diferem para homens e mulheres. Mulheres foram mais propensas à fadiga, falta de ar e dores de cabeça, explica Mayssam Nehme, do HUG.

Mostrar mais

Todos afetados

Além disso, “todos os grupos etários foram afetados, incluindo os jovens e saudáveis”, acrescentou Nehme. Entretanto, a prevalência de certos sintomas diferiu entre as faixas etárias. Por exemplo, pessoas entre 40 e 60 anos de idade tinham mais dores musculares e dores.

Além disso, as pessoas que apresentavam mais sintomas de Covid nos dias após a infecção eram mais propensas a desenvolver sintomas de longa duração.

“Surpreendentemente, os sintomas também podem ir e vir com o tempo”, de acordo com o estudo. Este fenômeno ainda não foi explicado.

Em geral, os sintomas da Covid duradoura variam de leves a moderados. No entanto, afetam a qualidade de vida. “As pessoas que estavam em forma ideal antes da infecção não estão claramente em forma ideal depois”, declarou Idris Guessous, da Universidade de Genebra.

Notícias

Imagem

Mostrar mais

Mercado brasileiro de café atrai Nestlé

Este conteúdo foi publicado em Por meio de sua marca Nescafé, a empresa está focando especialmente nas necessidades e desejos do mercado jovem.

ler mais Mercado brasileiro de café atrai Nestlé
Imagem

Mostrar mais

FIFA abre portas para sair da Suíça

Este conteúdo foi publicado em A entidade máxima do futebol internacional lançou as bases formais para uma saída teórica de sua sede em Zurique.

ler mais FIFA abre portas para sair da Suíça
Imagem

Mostrar mais

Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos

Este conteúdo foi publicado em A Suíça planeja introduzir um banco de dados para os passageiros de voos para coletar e processar dados pessoais em uma tentativa de combater o terrorismo e crimes graves.

ler mais Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR