Perspectivas suíças em 10 idiomas
Drogues

Suíça pode descriminalizar as drogas?

A Suíça inovou no campo do tratamento de dependências ao adotar uma política revolucionária no início dos anos 1990. Ela foi adotada como resposta ao problema do consumo de droga em espaços público como na famosa Praça Spitz em Zurique, que na época entrou nas manchetes internacionais. 

Mostrar mais
Lixo e detritos

Mostrar mais

A famosa praça dos viciados em Zurique

Este conteúdo foi publicado em No início as autoridades toleravam a presença dos dependentes, mas depois passaream a reprimir o consumo frente à pressão popular. Em 5 de fevereiro de 1992, policiais fecharam o principal portão da praça Platzspitz e impediram a circulação de toxicômanos. Na época não havia planos sociais e médicos de acompanhamento. Porém o consumo de drogas à céu aberto não desapareceu da…

ler mais A famosa praça dos viciados em Zurique

“O ser humano e não as drogas é que devem estar no centro da reflexão atual”, declarou o ministro suíço da Saúde, Alain Berset, na ONU em 2016. Há mais de um quarto de século a Suíça executa a chamada política dos “quatro pilares”: prevenção, terapia, redução de danos e aplicação da lei. É um modelo considerado promissor por muitos especialistas devido à sua eficácia no tratamento das toxicodependencias. Desde sua introdução, as mortes devido ao abuso de drogas diminuíram assim como a criminalidade consequente. Também a saúde dos dependentes melhorou e não há mais consumo à céu aberto de drogas no país.

Mostrar mais

Mostrar mais

Os quatro pilares que sustentam uma política mais humana

Este conteúdo foi publicado em Alain Berset apresentou a política suíça de “quatro pilares” como um modelo. Introduzida em 1991, ela gerou muita controvérsia no início, mas acabou sendo copiada por muitos países. Há 25 anos que a Suíça aplica a política conhecida como dos “quatro pilares”, baseada na prevenção, terapia, redução de riscos e repressão. Esta estratégia pragmática resulta…

ler mais Os quatro pilares que sustentam uma política mais humana

Uma das principais inovações dessa política é a distribuição controlada da heroína sob orientação médica. Os toxicodependentes têm a opção de ir a um centro especializado que lhes fornece uma dose diária. As injeções são tomadas no local, sob a supervisão de uma equipe de saúde. 

Mostrar mais

Essa forma de terapia foi introduzida em 1994 e hoje beneficia aproximadamente 1.700 toxicodependentes em toda o país. Ela não apenas reduziu a transmissão de doenças, infecções e overdoses, mas também permite que os dependentes tenham uma vida quase normal. “Sem o programa já teria morrido há muito tempo”, declarou uma suíça ao ser entrevistada pela swissinfo.ch

Mostrar mais

Mostrar mais

“Se não fosse esse programa já estaria morta”

Este conteúdo foi publicado em “Sou e sempre fui uma pessoa muito sensível. É horrível quando você recebe uma grande carga de sentimentos não filtrados e não pode se defender. Quando criança já era desse jeito”, conta Evelyn G. Hoje, aos 55 anos, ela se lembra que começou a beber álcool ainda adolescente. “Não gostava do sabor e sim mais do…

ler mais “Se não fosse esse programa já estaria morta”

Hoje a questão de debate é a descriminalização da maconha e outras substâncias tóxicas. Alguns especialistas propõem uma nova abordagem, cujo principal objetivo seria a redução dos danos causados pelo consumo de narcóticos. “A história mostra que a proibição cria mais problemas do que resolve”, afirma Michael Herzig, ex-secretário municipal para questões ligadas às drogas.

Mostrar mais
weibliche, gepflegte Hände bereiten Kokain-Linien vor.l

Mostrar mais

“A proibição das drogas causa mais problemas do que oferece soluções”

Este conteúdo foi publicado em Os andrajosos usuários de drogas que aos milhares injetavam heroína no infame Parque Platspitz nas décadas de 1980 e 1990 são hoje apenas uma vaga memória no cotidiano de Zurique. A droga preferida em Zurique hoje é a cocaína. A cidade está no topo do ranking de consumo de cocaína em nível europeu. Isso é…

ler mais “A proibição das drogas causa mais problemas do que oferece soluções”

A despenalização do consumo de drogas é um tema ainda polêmico e, muitas vezes, contestado. No entanto, o primeiro passo já foi dado para a maconha: em 2011 a comercialização de derivados com baixo teor de THC, ou seja, sem efeitos psicotrópicos, foi legalizado no país. O governo também quer também facilitar o acesso à maconha medicinal, que poderia ser obtida em farmácias sob receita médica.

Os mais discutidos

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR