População suíça bate a marca dos 8,5 milhões

A população da Suíça aumentou 0,7% entre 2017 e 2018, para um total de 8.544.500 pessoas. Keystone / Jean-christophe Bott

No final de 2018, a Suíça tinha uma população de 8.544.500 habitantes, 0,7% a mais do que no ano anterior. Registou-se um aumento em todos os cantões, exceto no Ticino (-0,1%) e em Neuchâtel (-0,6%). Os italianos continuam a ser a maior comunidade estrangeira.

Este conteúdo foi publicado em 29. agosto 2019 - 13:00
SWI-tvsvizzera.it/Zz

Os cantões com maior crescimento populacional são Schwyz e Fribourg (1,2%). Zug, Zurique e Aargau (1,1%), Thurgau (1%), Genebra (0,9%), Schaffhausen, Vaud e Lucerna (0,8%) também aumentaram mais do que a média nacional, segundo dados publicados (27,08) pelo Departamento Federal de Estatística (OFE).

No entanto, o aumento é o mais baixo em 10 anos. A imigração diminuiu 0,5% desde 2017, enquanto a emigração aumentou 4,2%.

Conteúdo externo

De Zurique a Corippo

Em termos de cidades, Zurique ainda é a maior com 415.000 habitantes. Segue-se Genebra (201.000), Basileia (172.000), Lausanne (139.000) e Berna (133.900).

Corippo é a comuna suíça com menos habitantes: onze. Keystone

Estas cinco cidades representam 12% da população residente permanente na Confederação, segundo o OFE. A comuna de Corippo, no Ticino, com os seus 11 habitantes, encontra-se nos antípodas das grandes aglomerações.

Jovens e idosos

A proporção de jovens de 0 a 19 anos na Suíça ainda é maior do que a de pessoas de 65 anos ou mais. Em alguns cantões, no entanto, a tendência já se inverteu. É o caso da Basileia-Cidade (onde a inversão da tendência data de 1981), Ticino (2006), Schaffhausen (2009), Basileia-Campanha (2011), Berna (2012), Graubünden (2013), Nidwalden (2015), Glarus (2016), Solothurn (2017) e Uri (2018).

Os italianos seguem na ponta

No final de 2018, 2.148.300 estrangeiros estavam definitivamente instalados na Suíça, representando 25,1% da população total (+1% em relação a 2017). Este é o menor aumento desde 2007.

No ano passado, os italianos continuaram sendo a maior comunidade estrangeira na Suíça (14,9%), seguidos pelos alemães (14,3%), portugueses (12,3%) e franceses (6,4%). Estas quatro nacionalidades representam 48% de todos os estrangeiros residentes na Suíça.

Conteúdo externo

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo