Navigation

Horas de trabalho dos suíços despencou em 2020

O setor de restaurantes foi um dos mais afetados, para surpresa de ninguém. Keystone / Salvatore Di Nolfi

A quantidade de horas trabalhadas na Suíça no ano pandêmico de 2020 viu um colapso sem precedentes desde que os registros começaram há três décadas.

Este conteúdo foi publicado em 18. maio 2021 - 13:59
Keystone-SDA/dos

Diante das medidas sanitárias restritivas, tanto o número total de empregos (-0,7%) quanto a média semanal de horas trabalhadas por emprego (-5,5%) caiu acentuadamente, informou o Departamento Federal de Estatística (DFE) na terça-feira.

O setor mais atingido foi, sem surpresa, o dos hotéis e restaurantes, onde os trabalhadores viram sua média de horas de trabalho cair em pouco menos de um terço. O setor de artes e eventos também foi severamente atingido, com uma queda de 13,6%.

Em geral, as horas poderiam ter caído ainda mais se os trabalhadores suíços não tivessem tirado menos férias no ano passado, explicou o DFE. Em média, os trabalhadores tiraram 3,9 semanas de férias, ao invés das 4,5 semanas em 2019.

Ausências

Além da perda de empregos em geral - a taxa de desemprego na Suíça em janeiro deste ano foi de 3,7%, a maior em uma década - as principais razões para a queda no número de horas trabalhadas foram o sistema de jornada reduzida, assim como as restrições de doença e de Covid-19.

O trabalho em jornada reduzida, um sistema que permite às empresas reduzir temporariamente as horas de trabalho do pessoal e receber compensação do dinheiro do seguro-desemprego, foi a razão dada para 38,8% do total anual de ausências no trabalho, disse o DFE.

As ausências por motivo de doença ou acidente representaram 31,1% do total, aumentando ligeiramente. Restrições como a obrigação de quarentena ou o fechamento temporário de uma empresa representaram 22,1%.

No geral, escreve o DFE, a queda semanal de 4,2% na média de horas trabalhadas por trabalhadores de 20 a 64 anos foi moderada em comparação com os países vizinhos; a média da União Européia no ano passado foi de -6,9%.

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?