Perspectivas suíças em 10 idiomas

Custos “externos” do transporte totalizam CHF14 bi

Escape do carro
Carros em Zurique. Somente do ponto de vista do meio ambiente e do clima, o transporte causou um prejuízo estimado em CHF6 bilhões em 2019. © Keystone / Gaetan Bally

Os custos negativos sobre terceiros causados pelo transporte na Suíça totalizaram CHF14 bilhões (US$ 14,7 bilhões) em 2019. Os danos afetam principalmente o meio ambiente e o clima, mas também a saúde.

O Departamento Federal para o Desenvolvimento Espacial disse em um relatórioLink externo na terça-feira que o tráfego na Suíça gerou uma média de CHF1.600 nos chamados custos externos por habitante.

“O transporte e a mobilidade resultam em uma gama de custos e benefícios. Alguns deles são sentidos diretamente pelos usuários do transporte: os custos da gasolina ou de um bilhete de trem, ou o benefício de chegar convenientemente ao trabalho de carro ou de trem. Ao pagar pelo combustível ou um bilhete, os usuários do transporte assumem uma parte dos custos que eles causam”, explicou o departamento.

“Há outros custos, no entanto. Embora estes sejam causados pela mobilidade, eles não se refletem em seu preço. Estes são conhecidos como custos externos, e são de natureza ambiental e relacionados com acidentes e saúde. Estes custos são suportados por terceiros, pelo público em geral ou pelas gerações futuras”.

De acordo com os últimos cálculos do departamento, estes custos chegaram a CHF14 bilhões em 2019, 1,4% a mais do que no ano anterior. Cerca de CHF9,8 bilhões deste valor são atribuíveis ao tráfego motorizado privado. A isto se segue o tráfego aéreo, ferroviário e a pé e de bicicleta. Desde 2010, os custos externos aumentaram em 16%.

Somente do ponto de vista do meio ambiente e do clima, o transporte causou um prejuízo estimado de CHF6 bilhões em 2019, diz o departamento federal. Este valor também inclui o impacto sobre as florestas e a biodiversidade. Os custos externos com a saúde elevam-se a CHF5,2 bilhões. Outros custos, tais como danos a edifícios, também estão incluídos.


Uma ampla gama de danos

Os danos causados pelo transporte são muito diversos. Por exemplo, o deoartamento federal coloca o impacto do transporte sobre a mudança climática em cerca de CHF2,9 bilhões. Os habitats da fauna e da flora também são perdidos ou fragmentados devido a estradas, ferrovias ou aeroportos, a um custo estimado de CHF1,2 bilhões por ano.

O tráfego também causou uma perda anual de 94.000 toneladas de cereais e 139.000 toneladas de vegetais e frutas. Os custos correspondentes totalizam CHF56 milhões. Finalmente, o ar poluído resultou em 39.300 dias de asma em crianças. Cerca de 17.500 anos de vida foram perdidos devido a doenças causadas pelo ruído do trânsito e pela poluição.

Caminhar e andar de bicicleta também geram custos externos, por exemplo, devido a acidentes ou à energia necessária para produzir bicicletas. Entretanto, eles são o único meio de transporte com benefícios sociais, por exemplo, nos custos de saúde. O Departamento Federal para o Desenvolvimento Espacial estima que estes benefícios sejam de CHF318 milhões.

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR