Navigation

FC Basileia é campeão suíço da temporada 2009/2010

O australiano Scott Chipperfield festeja o gol que deu o 13° título ao Basileia. Keystone

Uma semana depois de conquistar a Copa Suíça, o FC Basileia venceu pela 13ª vez, neste domingo (16/5), o campeonato da primeira divisão do futebol suíço, a Super Liga.

Este conteúdo foi publicado em 16. maio 2010 - 19:41

Na final no Estádio da Suíça, o time da casa – o Young Boys de Berna – não teve qualquer chance para quebrar o jejum de 24 anos sem título, apesar ter liderado a tabela durante quase toda a temporada.

As duas equipes entraram em campo empatadas em pontos (77), mas o Basileia, líder por causa do melhor saldo de gols, precisava apenas de um empate. A equipe treinada pelo técnico alemão Thorsten Fink, apesar de desfalcada pela dupla de ataque Alex Frei/Marco Streller, dominou a partida deste o começo.

O Basileia soube converter sua superioridade em gols e abriu o marcador aos 39 minutos do primeiro tempo. Num contra-ataque rápido, após uma cobrança de escanteio pelo Young Boys, o português Carlitos lançou o meia Valentin Stocker, que aproveitou uma falha da zaga e do goleiro Marco Wöffli para marcar seu 12° gol no campeonato. A equipe visitante teve ainda outras duas boas chances no primeiro tempo.

Aos 16 minutos do segundo tempo, Scott Chipperfield, fechou o placar de 2 a 0 para o Basileia. Foi o 13° gol do australiano de 34 anos nesta temporada (seu recorde pessoal). Ele também é o jogador que mais conquistou títulos na história do Basileia: dez.

O Young Boys, que espera por um título desde 1986, contribuiu pouco ofensivamente para que a "finalíssima" se transformasse em um jogo realmente disputado. A coreografia preta e amarela que a torcida de Berna - a absoluta maioria entre os 31.120 pagantes - apresentou nas arquibancadas foi um espetáculo, mas o que a equipe da capital suíça mostrou no gramado foi decepcionante. Autodenominado favorito, o time do Young Boys pecou por excesso de nervosismo, passes errados e falta de pontaria no ataque.

"FC Basileia mereceu o título"

Não é por nada que o técnico Vladimir Petkovic, que havia vencido seis partidas contra o Basileia e perdido apenas uma, reconheceu depois do jogo que "o FC Basileia mereceu o título como nós o havíamos merecido".

De fato, em agosto do ano passado, o Young Boys tinha 13 pontos de vantagem sobre o Basileia e, desde então, só havia entregado duas vezes a liderança do campeonato ao novo campeão. O tropeço fatal para os bernenses foi a derrota por 5 a 1 para o Lucerna na penúltima rodada, quando o Basileia derrotou o Neuchâtel Xamax por 3 a 0 e assumiu a liderança.

Desde o final de agosto do ano passado, o Young Boys não havia perdido uma partida sequer em casa: foram 26 vitórias e 5 empates, com 90 gols marcados contra 25 tomados e 83 dos 93 pontos possíveis conquistados.

Mas também essa estatística não ajudou na final. Contra o Basileia, faltaram os gols do costa marfinense Seydou Doumbia que, apesar disso, terminou a temporada e sua estadia de dois anos no Young Boys como artilheiro do campeonato, com 30 gols.

Doumbia queria levar o título de campeão da Super Liga com a melhor lembrança da Suíça para a Rússia, onde vai jogar pelo CSKA Moscou a partir da próxima temporada. Não deu certo.

Motivação para a Copa do Mundo

Em contrapartida, o atacante Alex Frei, que só entrou na equipe do Basileia no segundo tempo da final, festejou o primeiro título de sua carreira. "Tive de esperar chegar aos 30 anos para finalmente vivenciar isso. Esta conquista é uma grande motivação para a Copa do Mundo. Agora vou para a África do Sul com as conquistas da Copa Suíça e da Super Liga. Isso é uma sensação incrível", disse o capitão da seleção suíça.

A quarta conquista dupla da história coroou uma temporada excepcional do FC Basileia, que começou mal, mas melhorou muito seu desempenho nos últimos meses. E é a prova de que o Basileia continua sendo a medida de todas as coisas no futebol suíço.

O desconhecido técnico alemão Thorsten Fink, que assumiu o comando da equipe em junho de 2009, após dez anos de Christian Gross, reuniu veteranos com novatos, incutiu uma nova cultura de jogo e apostou no futebol ofensivo. Com 90 gols, o Basileia foi o time que até hoje mais vezes balançou as redes em uma temporada na história da Super Liga.

Marco Streller, Alex Frei e Benjamin Huggel, jogadores do Basileia convocados para a seleção suíça, foram os autores de 47 dos 581 gols que os dez times da Super Liga marcaram até a final deste domingo, o que corresponde a uma média de 3,32 por partida, o maior índice dos últimos anos.

Com isso, na temporada 2009/2010 do campeonato suíço, a rede balançou, em média, mais vezes por jogo do que na Série A italiana (2,61) e na Premiere League inglesa (2,77 gols por partida). Agora é esperar para ver se a seleção suíça também encontrará o caminho do gol na Copa do Mundo na África do Sul.

Geraldo Hoffmann, swissinfo.ch

Campeão suíço

2010: FC Basileia
2009: FC Zurique
2008: FC Basileia
2007: FC Zurique
2006: FC Zurique
2005: FC Basileia
2004: FC Basileia
2003: Grasshopper Zurique
2002: FC Basileia
2001: Grasshopper Zurique
2000: FC St. Gallen

O recordista de títulos é o Grasshopper, 19 vezes campeão.

O Young Boys foi campeão pela última vez em 1986.

End of insertion

Tabela

A classificação final do campeonato suíço de futebol 2009/2010 (pontos após 36 rodas):

1. FC Basileia (80)
2. Young Boys (77)
3. Grasshopper Zurique (65)
4. Lucerna (58)
5. FC Sion (51)
6. St. Gallen (46)
7. FC Zurique (45)
8. Neuchâtel Xamax (41)
9. Bellinzona (25)
10. Aarau (23)

Depois de 29 anos na primeira, o Aarau foi rebaixado para a segunda divisão.

O Bellinzona ainda vai disputar a repescagem contra o segundo colocado da Chalange League, o Lugano.

O FC Thun, campeão da Chalange League, sobre para a Super Liga na próxima temporada.

End of insertion

FC Basileia

Fundado em 1893.

Campeão suíço em 1953, 1967, 1969, 1970, 1972, 1973, 1977, 1980, 2002, 2004, 2005, 2008 e 2010.

Campeão da Copa Suíça em 1933, 1947, 1963, 1967, 1975, 2002, 2003, 2007, 2008 e 2010.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?