Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Covid-19 Boletim sobre o Coronavírus na Suíça

A Suíça sairá totalmente do isolamento mais cedo do que esperado. Acompanhe também a evolução da pandemia no mundo através de uma série de gráficos atualizados diariamente.

foto

Passageiros com máscaras de proteção aguardam no balcão de check-in do Aeroporto de Zurique no dia 28 de maio de 2020

(Keystone / Ennio Leanza)

A queda constante no número de novos casos de coronavírus leva o governo suíço a sair do confinamento mais cedo do que o esperado. A partir de 6 de junho, todas as infraestruturas poderão ser reabertas e serão permitidas aglomerações de até 300 pessoas.

As informações mais recentes:

  • A partir de 30 de maio: são permitidas aglomerações de até 30 pessoas.
  • A partir de 6 de junho: são permitidos aglomerações de até 300 pessoas e todas as infraestruturas podem reabrir: campings, zoológicos, teatros, piscina, etc.
  • As celebrações religiosas poderão ser retomadas a partir de 28 de maio.
  • A Suíça reabrirá suas fronteiras com a França, Alemanha e Áustria no dia 15 de junho.
  • A partir de 6 de julho: as fronteiras devem ser reabertas com todos os países do Espaço Schengen e há planos para torná-las mais flexíveis com países terceiros.
  • A maioria dos cantões (estados) tem seus próprios websites com informações sobre a situação local. A lista das páginas locais pode ser vista AQUILink externo.
  • AQUILink externo mais informações sobre o coronavírus 
  • Vários países impuseram restrições à entrada de pessoas vindas da Suíça.  Clique AQUILink externo para obter informações sobre as fronteiras.

Evolução da situação na Suíça

gráfico

Coronavírus: números de casos por país

Coronavírus: números de casos por país

Evolução da situação no mundo

gráfico


Qual a situação da Suíça?

Aqui termina o infobox

COVID-19 Especial Coronavírus

Era apenas uma questão de tempo até que o coronavírus, o COVID-19, chegasse à Suíça. Quantos casos já ocorreram? Quais as medidas tomadas pelo governo? A que ponto a pandemia afeta a economia do país. Essas informações são apresentadas neste dossiê.

"As primeiras fases de desconfinamento correram bem, não vimos nenhum aumento no número de infecções. A situação está, portanto, sob controle", disse o Ministro da Saúde suíço Alain Berset. O governo decidiu, assim, sair do isolamento um pouco mais rápido do que o esperado.

Aglomerações de até 30 pessoas são permitidas a partir de 30 de maio e a coleta de assinaturas para iniciativas e referendos pode ser retomada em 1º de junho.

Serão permitidas aglomerações de até 300 pessoas a partir de 6 de junho, assim como a reabertura de instituições do ensino médio e superior, serviços de prostituição, todos os campings, zoológicos, jardins botânicos, piscinas, centros esportivos, teatros, cinemas, teleféricos e bondinhos de montanha, etc. A retomada das competições esportivas também será possível. Os restaurantes não serão mais obrigados a limitar o número de pessoas por mesa a quatro, mas terão que manter uma distância de 2 metros entre grupos.

A situação extraordinária terminará em 19 de junho, mas o país permanecerá em uma situação especial, de acordo com a lei sobre epidemias. Isto significa que o parlamento e os cantões voltarão aos seus poderes habituais.

As fronteiras com a França, Alemanha e Áustria devem reabrir completamente em 15 de junho, mas não com a Itália, apesar desta última ter planejado deixar os turistas europeus entrarem já no dia 3 de junho. O governo suíço espera que a livre circulação de pessoas em todo o Espaço Schengen possa ser restaurada no dia 6 de julho.

O relaxamento também está previsto para a entrada na Suíça de nacionais de países terceiros a partir de 6 de julho.

image gallery about the corona virus


Quais foram as medidas já tomadas pelo governo federal?

Aqui termina o infobox
gráfico
(Kai Reusser / swissinfo.ch)

Desde 27 de abril, as medidas contra o coronavírus foram gradualmente flexibilizadas em toda a Suíça. 

Os hospitais, clínicas médicas, dentistas, fisioterapeutas e massagistas retomaram suas atividades normais. Algumas empresas puderam reabrir, desde que a segurança dos clientes e empregados fosse garantida: cabeleireiros, salões de massagens, salões de tatuagens, salões de beleza, lojas de bricolagem, centros de jardinagem, hortos e floristas.

As pessoas fora da família imediata de uma pessoa falecida puderam novamente assistir ao funeral. As lojas de produtos alimentares que vendem outras mercadorias puderam reabrir todas as suas áreas de vendas.

Desde 11 de maio, foram reabertas as escolas do ensino fundamental, junto com todas as lojas e mercados. Museus e bibliotecas também reabriram. Os restaurantes podem atender grupos de quatro pessoas, assim como os pais com filhos. As academias de ginástica e treinos esportivos reiniciaram. O transporte público voltou ao horário normal.

A partir de 6 de junho, reabertura de escolas do ensino médio e profissionalizante, além de universidades e outras instituições de ensino superior.

Ajuda econômica emergencial

No total, governos federal e estaduais investiram várias dezenas de bilhões de francos para ajudar a economia de forma rápida e não burocrática. A prioridade foi garantir que os trabalhadores das empresas em dificuldade continuassem a receber seus salários e apoiar a cultura e o esporte.


Onde posso encontrar mais informações sobre as consequências do Coronavírus?

Aqui termina o infobox

swissinfo.ch mantém este artigo atualizado diariamente com o número de casos confirmados e as novas medidas tomadas pelas autoridades cantonais e federais. Outras fontes, que também utilizamos e que podem ser úteis para os leitores, incluem:

O Ministério da SaúdeLink externo da Suíça: atualizações ao vivo da situação nacional, bem como recomendações, medidas de segurança pública e detalhes dos próximos anúncios.

A Organização Mundial da SaúdeLink externo (OMS): informação sobre a origem e natureza da Covid-19, assim como a situação no mundo (que a OMS atualmente rotula como "epidemia") e conselhos de viagem.

O Ministério das Relações ExterioresLink externo da Suíça: informações sobre os passos a serem seguidos pelos cidadãos suíços que vão ao exterior.

A Universidade Johns HopkinsLink externo: um mapa global que rastreia o número de casos e mortes por país; os números podem ser ligeiramente diferentes do mapa da swissinfo.ch acima devido a atrasos no tempo e/ou diferentes métodos de definição de casos "confirmados".

Neuer Inhalt

newsletter subscription

Assine a nossa Newsletter e acompanhe as atualidades direto da Suíça


Adaptação: Alexander Thoele e Fernando Hirschy , swissinfo.ch

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Conteúdo externo

Viver e trabalhar nas montanhas graças à internet

Viver e trabalhar nas montanhas graças à internet

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.