Desemprego na Suíça cai para um novo patamar

A taxa de desemprego na Suíça caiu para 2,3% em 2019, de acordo com a Secretaria de Estado para Assuntos Econômicos (SECO). Essa é a taxa anual mais baixa de quase 20 anos.

Este conteúdo foi publicado em 10. janeiro 2020 - 11:30
106.932 pessoas foram registradas nos centros regionais de emprego em 2019; 9,5% a menos do que no ano anterior © Keystone / Gaetan Bally

A SECO disse em uma declaração na sexta-feira (10) que 106.932 pessoas foram registradas nos centros regionais de emprego em 2019; 9,5% a menos do que no ano anterior. 

O quadro de 2019 "mostra que o mercado de trabalho está em bom estado", disse a SECO. Isso, "apesar do crescimento econômico moderado", acrescentou. 

A última vez que uma taxa tão baixa foi medida foi no início dos anos 2000, disse a televisão pública suíça, SRF. Em 2000 e 2001, caiu para menos de 2%. 

+ Como procurar emprego na Suíça?  

Em 2018, a taxa foi de 2,5%. Mas o número baixo de 2018 veio com um aviso: um novo sistema automatizado de coleta de informações entre os centros de emprego suíços pode ter sido responsável pelo número mais baixo do que o esperado, disse a SECO na época. 

Alguns economistas também levantaram questões sobre quem é realmente contado como desempregado nas estatísticas oficiais de desemprego.  


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo