Navigation

8 suíços presos em caverna na França

No círculo, a área do incidente swissinfo.ch

Oito estudantes suíços, espeleólogos, encontram-se imobilizados em caverna na região de Doubs, leste da França, perto da Suíça. Equipes de socorro, cerca de 300 pessoas, tentam resgatar os estudantes, surpresos com elevação do nível das águas, em conseqüência de chuvas persistentes.

Este conteúdo foi publicado em 17. maio 2001 - 12:32

A cheia na grota impede chegada de socorros aos oito suíços presos no local desde a tarde de quarta-feira. Equipes de socorro que receam a correnteza subterrânea e a água muito suja, conseguiram entrar em compartimento da caverna.

A primeira iniciativa é bombear a água e esperar condições melhores para realizar a operação de resgate.

A entrada da grota é considerada de acesso fácil pelos habitantes da região. Mas a situação se complica quando chove.

Além do guia, as sete outras pessoas presas na caverna (em Goumois), são estudantes de escola superior para assistentes sociais, em Zurique. Apenas o guia e um dos estudantes tem experiência em espeleologia.

A esperança é que os oito tenham encontrado uma cavidade segura em que possam aguardar os socorros.

swissinfo com agências.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?